ESPORTE ADAPTADO

12/12/2018

O esporte é extremamente benéfico para portadores de deficiência física, sendo que se pode destacar, aspectos de inclusão social e melhoria da qualidade de vida, como os principais benefícios

 

Embora seja uma modalidade recente, o esporte para pessoas com (deficiência física) foi adaptado ao final da Segunda Guerra Mundial, em 1945, quando soldados voltaram para seus países com mutilações e outras deficiências. No Brasil a prática surgiu por volta de 1960.

 

É importante que hajam adaptações apropriadas para cada tipo de deficiência e modalidade esportiva. Por exemplo; nas regras convencionais, no espaço esportivo (quadra, campo, pista, etc), não pode haver qualquer tipo de obstáculo que possa dificultar a locomoção dos atletas, a área precisa ser limitada e bem sinalizada, além dos materiais utilizados, que devem ser apropriados e de acordo com cada modalidade e deficiência.

 

Atuais modalidades para portadores de Deficiência física: atletismo, arco e flecha, basquetebol em cadeira de rodas, bocha, ciclismo, esgrima em cadeira de rodas, futebol para amputados e paralisados cerebrais, halterofilismo, hipismo, iatismo, natação, tênis em cadeira de rodas, tênis de mesa, voleibol sentado e para amputados e modalidades de inverno.

 

“UNESCO estabelece que a prática da educação física seja um direito de todos e que programas devem dar prioridade aos grupos menos favorecidos no seio da sociedade”.(Carta internacional de educação física e desporto, 1978)”

 

Fonte: Aiir Studio e texto adaptado do site pedagogia ao pé da letra