COMO FAZER SEGURO PARA CARROS ADAPTADOS

14/08/2019

Ao fazer o seguro para carro adaptado, a pessoa com deficiência deve especificar que ele é adaptado. Se isso não for feito, a cobertura pode ficar comprometida. No momento de preencher os dados para a contratação do seguro, é preciso especificar que o veículo é adaptado.

 

Além disso, pode ser preciso apresentar documentos como laudos médicos para comprovação de deficiência e autorizações das modificações executadas no automóvel.

 

As pessoas com deficiência têm direito, uma vez a cada três anos, à isenção do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) para adquirir um veículo. Assim, há uma redução em seu custo final em até 30%.

 

Isso é feito para facilitar a aquisição de um carro por uma pessoa com deficiência, contribuindo para a inclusão social.

 

Devido a essa isenção, a indenização a ser paga por um seguro para carros adaptados em caso de perda total também sofre esse desconto em relação ao valor integral do veículo previsto na tabela FIPE.

 

Existe, contudo, a possibilidade de receber indenização correspondente a 100% do valor da tabela FIPE em caso de perda total. Para isso, o (a) proprietário (a) deve optar por renunciar à isenção dos impostos.

 

Muitos seguros para veículos adaptados oferecem cobertura para equipamentos especiais que tenham sido instalados no automóvel.

 

Essa característica não é muito diferente da cobertura que um seguro veicular normal oferece quanto a aparelhos de som, por exemplo.

 

Para contratar também essa cobertura, é preciso informar, ao contratar o seguro, que há dispositivos especiais instalados. Lembre-se que é necessário especificá-los corretamente.

 

Assim, além do valor do veículo em si, a pessoa receberá também uma indenização referente às modificações que permitem que ela dirija o automóvel.

 

Então, se você possui um veículo adaptado, não perca tempo: contrate um seguro da maneira correta. Inclua os equipamentos especiais, para garantir sua tranquilidade. E, em caso de acidente, poder repor seu automóvel com tudo a que você tem direito.